Inspiração – Thais Chanoft

Aeeee outra linda magra pra gente se inspirar!

Fazer amigos com o mesmo objetivo. O que eu disse no post “Momento de Reflexão” faz muito sentido quando eu falo da Thais.
Se não estou enganada a conheci quando deram a ideia no grupo #pensandomagro de ter madrinhas de dieta. Aí adicionei a Tha no Whats App e corria pra ela quando tinha vontade fazer alguma gordice. Aí que comecei a conhecer melhor a história dela.
Ela lutou contra a balança a vida inteira, ia a vários endocrinos, tomava fórmulas, emagrecia mas logo voltava a engordar. O maior problema foi quando ela entrou na faculdade e descontrolou porque batia cartão na padaria comendo pães e doces. Chegou a emagrecer mais vezes mas por motivos que nem ela sabe explicar, engordava de novo. Foi aí que começou a pensar em cirurgia bariátrica, ou redução do estômago, como preferir.
PAUSA! Se você é um desocupado cheio de querer polêmica e vai criticar por eu estar postando sobre cirurgia ou criticar a Thais por ter recorrido a isso, é só clicar no xis no canto da tela.

Continuando… 

Ela se olhava no espelho e não se reconhecia mais e depois de anos brigando e perdendo pra balança, tomou a decisão de procurar uma clínica especializada em cirurgia bariátrica.
“Eu me olhava no espelho e não me reconhecia..tinha um namorado, mas via que apesar dele gostar de mim, eu mesma não gostava de mim….”
Após consultas com nutricionista e cirurgião ficou claro para ela que era a melhor opção e em fevereiro de 2012 operou com 107,5kg.
Agora você deve estar me perguntando: “Se ela fez a cirurgia, por que ela é inspiração?”. Simples e sem mimimi, a cirurgia bariátrica não é nada fácil. Se você tem cabeça de gordo você não vai conseguir emagrecer nem se nascer de novo e o que me orgulha muito na Thais é o esforço dela. Ela não fez simplesmente a cirurgia e tá lá jogada no sofá comendo sorvete. Ela mudou de vida, ela entendeu que alimentação balanceada é importante, ela tem a corrida como uma paixão e hoje em dia ela é feliz com tudo o que passou e com tudo o que está acontecendo. Talvez se ela descobrisse antes que ia conseguir essa vida nem teria recorrido à cirurgia, mas arrependimento é uma palavra que não existe para ela. Hoje ela está com 65kg, 42,5kg a menos e nada de flacidez aparente – invejinha branca das pernas dela! =P – isso porque ela faz musculação, corre e é feliz.
 
O motivo deste post não é a cirurgia bariátrica, ok seus mimizentos? Isso é a escolha de cada um como tudo na vida e para ela naquele momento foi a escolha certa. O motivo deste post é dizer que para todas as decisões tem que haver mudanças. Ela tomou a decisão de fazer a cirurgia e levou isso muito a sério, só ela sabe o que se passou na cabeça dela em relação às mudanças que viriam e vieram junto com a cirurgia.
“Não estou fazendo apologia à cirurgia. Longe de mim! Mas esse foi o último e necessário recurso para a minha história. Talvez se o Pensando Magro existisse a uns 5 anos atrás, seria tudo diferente. Mas não me arrependo de nem uma virgula.
 
A minha intenção é, além de dividir minha conquista, alertar vocês sobre os perigos de tomar remédios e apelar para dietas malucas e principalmente, ouçam o corpo de vocês e respeitem ele!”
Fica ainda mais bonita de patins =P

Author: Luana Fernandes

Share This Post On
468 ad

7 Comments

  1. Concordo plenamente! Cada um sabe o que está ao seu alcance, e se naquele momento, o mais viável para ela foi a cirurgia, era isso mesmo que tinha que fazer! e o mais importante ainda foi a mudança na cabeça! Parabéns!

  2. Nossa, te dei trabalho pra vc achar meu blog? afff acontece… né? rsrs
    Estou adorando as inspirações q vc esta postando!
    Tão bom ver as pessoas correndo atras dos objetivos e alcançando, sinto que também posso percorrer este caminho!! E vamo junto nessa!
    Ótimo fim de semana pra vc!!
    hhaaa e vou sempre passar por aqui.
    Bjnho
    http://mudancaseconquistas.blogspot.com.br/

  3. Oi Luana, falando em cirurgias você pretende fazer alguma plástica depois que conseguir emagrecer e manter o peso? Porque principalmente os seios sofrem muito com a perda de peso. E você já pensou alguma vez em redução de estmôgago?

  4. Olá! Nunca pensei em redução do estômago, não tenho motivos para não pensar mas é que nunca passou pela minha cabeça mesmo. Em cirurgia plástica eu penso exatamente por conta dos seios porque sei que ficam bem murchinhos rsrrs mas apesar dos 17kg a menos, por enquanto ainda não diminuíram tanto, mas se eu tiver oportunidade $$$ depois que emagrecer tudo quero fazer a correção sim. Bjos

  5. As pessoas tem a ilusão que a cirurgia bariátrica é o caminho mais fácil, mas é tão difícil quanto a reeducação alimentar.

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *