formats

Hááá! Meu blog não tem o perfil mulheres 50+, mas este post é para a POSTeridade tum dum pshhh e para quem tem mamãe / amigas / irmãs / tias que são desta idade mas se acham “velhas” para iniciar uma atividade física. Então hoje vamos falar sobre ser fitness depois dos 50. 

Bom, o termo fitness significa estar em boa forma física, ou seja, se refere ao bom condicionamento físico e bem estar. Resumindo: Não quer dizer ser maromba frango com batata doce.

Eu tenho um ótimo exemplo em casa de que não tem idade para começar uma atividade física: minha mãe.

Oi, mãe! Se ainda não percebeu, este post é para você e falando de você!

Ps 1: desculpa contar pra todo mundo que você tem mais de 50 =X

Ps 2: Só vou falar aqui das atividades físicas que você faz, prometo não contar pra todo mundo que sua alimentação é à base de pão com margarina e café com leite, tá?

É verdade, minha mãe tem maus hábitos alimentares e só come coisa saudável quando eu faço e forço ela a comer. Não que ela não goste, mas ela tem horários doidos para fazer refeição e adora uma padaria.

Mas o foco hoje é mostrar como minha mãe é ativa e como as atividades que ela faz a ajudaram na vida social, no bem estar e até mesmo na cura de doenças como o câncer de mama e a depressão.

Não entrando em detalhes, mas minha mãe passou por uma fase bem difícil, com acontecimentos ruins e seguidos um do outro. Para quem ainda não sabe, em 2012 ela descobriu um câncer de mama, mesmo fazendo os exames periódicos, foi descoberto em estágio avançado. Graças a Deus não deu metástase e a cirurgia + quimio + radio + remédios curaram 100%. Nesta fase ela já fazia aulas de dança há algum tempo e com a descoberta do câncer, se prendeu ainda mais neste prazer que ela tem em dançar. Além disso, os amigos que ela tem na academia de dança foram essenciais durante o tratamento, sempre incentivando, dando forças e fazendo tudo o mais natural possível, sem dó, sem pena, sem tristeza.

 

Os carequinhas da academia rs

Os carequinhas da academia rs

 

A dança é uma terapia e um ambiente de convívio social, contato físico, gente diferente. Esta atividade ajuda a elevar a autoestima, controlar o estresse e a depressão e manter a forma e a saúde, pois fortalece o sistema cardíaco e respiratório.

Pelo que eu me lembre, minha mãe já fez diversos ritmos, como dança de salão, forró, sertanejo, zouk, samba de gafieira… mas o ritmo queridinho mesmo é o tango.

 

Além da dança, há mais de 1 ano ela começou a fazer pilates. O pilates é ótimo para recuperar a força dos músculos, eliminar dores e corrigir a postura, além de auxiliar no fluxo sanguíneo e melhorar a concentração, o equilíbrio e a flexibilidade.

10481632_803722486407632_3738096686580996516_o

 

Uma coisa que eu acho muito legal na minha mãe é que ela gosta de desafios, então o que a gente propor para ela, se não for muito alto ou muito rápido rs, ela topa tentar. Com patins não deu muito certo, mas ela me prometeu que vai tentar de novo, mas neste final de semana meu namorado e eu a colocamos  em cima do slakckline. E não é que ela mandou bem?

IMG_20160320_162602099

Então se você tem mais de 50 anos e quer começar a se exercitar, procure orientação médica e pesquise quais atividades mais combinam com você e seu estilo de vida.

Espero que você tenha se inspirado na minha mamis. Nunca é tarde para se sentir bem e ser saudável =)