formats

Olar!!!

Opa, 1 mês sem postar. Devo uma satisfação? NÃO. Vou dar satisfação? SIM!

Resumindo minha vida: trabalho, estudo, trabalho, estudo, insônia, trabalho, estudo… Estou fazendo pós graduação em Marketing Digital e sem tempo para viver, além de estar trabalhando muito. Além disso, eu preferi dar um tempo de falar aos 4 cantos o que estou comendo, o quanto estou malhando e o quanto estou andando de patins. Sei que incentivo muita gente quando posto sobre isso no blog e redes sociais, mas estava atrapalhando um pouco meus objetivos. Só para resumir, estou na LOW CARB HIGH FAT tem 1 mês, já emagreci, estou malhando com frequência e patinando pelo menos 1x por semana. Ou seja, TATU DO BEM!

Bom, quem segue meu Instagram e Snapchat (ambos lua_fernandesz) viu que comecei a fazer o desafio 15 dias bicho e planta e muitos me perguntaram como era. Vou resumir tudo neste post!

Veja aqui os resultados do desafio 15 dias bicho e planta

Não é uma nova dieta, é um pontapé para hábitos mais saudáveis e um novo estilo de vida. Já falei sobre a dieta LCHF – que é chamada de dieta porque o significado de dieta é hábito alimentar. Normalmente eu sigo a LCHF porque eu me sinto melhor sem certos tipos de carboidratos, por exemplo pão, arroz e massas. Confesso que o doce é beeeem difícil de me livrar, mas evito ao máximo.

Agora decidi testar meu corpo e meus hábitos com uma alimentação limpa e de verdade durante 15 dias, o que eu acredito que não vá ser muito difícil por eu já estar há 1 mês fazendo a LCHF, sendo que o que eu vou precisar tirar é apenas queijo e outros derivados do leite. Queijo e requeijão eu como praticamente todos os dias e este é um dos motivos pelos quais decidi aderir ao desafio, afinal, eu quero emagrecer e derivados do leite não ajudam muito porque a gente acaba consumindo uma quantidade grande.

Tirando os deslizes do feriadão que passou, estou certinha na alimentação e nos exercícios e acho que o desafio vai me motivar ainda mais.

Em resumo, o desafio é este e é baseado na ideologia Paleo:

bicho-e-planta-1

 

Para quem quer emagrecer, assim como eu, é bom pegar leve nas frutas e raízes.

O bom de desafios como estes é que a gente aprende a superar limites e dificuldades. Por exemplo: ninguém aguenta comer alface e frango todos os dias e A PROPOSTA DO DESAFIO NÃO É ESTA! Por isso a gente acaba tendo que provar novos alimentos, fazer novas combinações e sentir o sabor original dos alimentos, sem temperos e complementos industrializados. Vale fazer receitinhas e soltar a imaginação, desde que todos os ingredientes sejam “da horta ou do açougue”.

 

Algumas dúvidas que eu tive e que podem te ajudar:

Porque é importante comer gordura boa?

Porque nosso corpo está acostumado a tirar energia dos carboidratos que a gente ingere, mas por conta do índice glicêmico, nosso metabolismo acaba ficando meio maluco com os picos de glicemia. Pesquise mais sobre isso! Neste tipo de alimentação LCHF, o organismo aprende a retirar energia da gordura, principalmente do estoque de gordura, por isso a gente emagrece e fica mais saudável, sem aqueles momentos de leseira depois de almoçar um prato de macarrão. Então não tenha medo de comer carnes mais gordas, oleaginosas, azeites e frutas gordurosas substituindo os carboidratos.


Porque não pode comer queijo?

O leite e seus derivados contém a lactose que é metabolizada como carboidrato (açúcar!) no organismo. Quando comemos queijo, não comemos em pouca quantidade, e juntando com o restante dos carboidratos consumidos (como os das raízes) pode ser em excesso e prejudicar o emagrecimento. Além disso, o queijo é um alimento processado, a não ser que você compre de um produtor caseiro no interior de Minas que não adicione conservantes rs.

 

Azeite é industrializado. E agora?

Alguns produtos liberados neste desafio são industrializados para facilitar nossa vida. Por exemplo: extrair o óleo de coco é um processo demorado, específico. Mesma coisa o azeite. É importante ver na embalagem se é extravirgem e extraído a frio para garantir as propriedades naturais.

 

Porque leguminosas não pode?

Na verdade você pode tudo! Mas a proposta é você comer o que a natureza sempre ofereceu aos nossos ancestrais e arroz, feijão, soja, amendoim e outros grãos são produtos cultivados pelo homem. Além disso, possuem anti-nutrientes, como você pode ver aqui.

 

E o intestino, como fica?

No começo pode ocorrer de ficar bem devagar, mas logo se adapta, por isso é importante ingerir bastante água, verduras e legumes. Outra coisa que você precisa saber é a existência do amido resistente. O amido resistente é um carboidrato que não é absorvido pelo organismo, ou seja ele passa reto e ainda deixa a flora intestinal mais saudável. Este amido é encontrado na banana verde (e outros alimentos, pesquise!), porém ela deve ser consumida in natura. A biomassa ajuda bastante no trânsito intestinal, mas por ser submetida a altas temperaturas, passa de amido resistente para amido simples, ou seja, mais carboidrato absorvido pelo seu corpo.  

Veja mais sobre intestino saudável na dieta neste vídeo.

Quer saber mais?

Veja este post aqui e este blog aqui, que foram de onde tirei as referências para escrever este post.

 

Só lembrando que não sou profissional da saúde e nem estou te obrigando a seguir a alimentação que eu sigo. Se você está aqui, deve saber que este é um blog pessoal onde compartilho experiências. Obrigada. De nada.