Por que eu engordei TANTO? Antes x Depois em fotos nunca postadas

Olá!!! Hoje mais uma vez vamos falar sobre emagrecimento e meu processo da bariátrica. Vou tentar fazer um post mais visual, com muitas fotos, porque vou contar como fui percebendo que estava engordando, o que eu sentia e o que eu não fazia em relação a isso.

Como contei aqui neste post, eu engordei rápido, de uma hora para outra, foi virando uma bola de neve e eu não conseguia sair dela. Tanto que, com quase 6 meses de bariátrica e 43 quilos a menos, eu ainda uso minhas roupas antigas, quase não comprei roupas novas (comprei porque eu quis mesmo não porque precisava rs). Isso porque como eu engordei rápido – quando eu digo rápido era lavar uma calça em uma semana e tentar por na semana seguinte e ela já estar apertada –  eu tinha que comprar roupas maiores praticamente a cada mês, e depois da bariátrica foi o inverso, eu tinha roupas de todos os tamanhos, desde compradas em lojas para obesos até calça 44 que é o meu manequim atualmente, considerado um tamanho “normal” não ideal para meu 1,72 m e meu biotipo.

Vamos começar do começo. 2012, 2013 e início de 2014 foi a fase em que muita gente me conheceu e me acompanhou aqui no blog, emagreci mais de 20 kg e estava no auge do corpo.

Lá pro meio de 2014, ano da copa, eleições, início de namoro e o ano em que rolou uma demissão em massa da agência em que eu trabalhava, eu decidi curtir meu FGTS. Todo jogo da copa a gente ia assistir em bar, tomar cerveja, comer espetinho e eu ainda saía pra comprar doce depois. Acabou virando uma rotina: álcool, porções e espetinhos em bar e doce. Fora que início de namoro, a gente só saía para comer e beber.  Logo comecei a perceber meu corpo mudando, já comecei a ter um pouco de vergonha do meu braço engordando, das celulites na minha perna… Foi uma fase em que eu vivia de dieta, mas chegava final de semana eu avacalhava tudo, perdia tudo o que eu tinha conquistado.

Aqui eu já estava sentindo o braço maior. Copa de 2014, início de namoro e desempregada.

Eu até tentava emagrecer, estando desempregada continuei academia, patinação, fiz squash… mas parecia que todo esforço era em vão. E eu ia engordando cada vez mais, não gostando da minha imagem, não gostando de sair em fotos e sentindo que estava nadando e morrendo na praia. Abaixo, fotos aleatórias de quando comecei a engordar:

Nesta exposição eu comecei a perceber que estava ficando um pouco fora de controle, não gostei de nenhuma foto que tirei, tanto que nem postei nas redes sociais que fui.

 

Aqui já foi no carnaval de 2015 ou 2016, não me lembro, mas já estava próxima dos 100 kg.

O maior peso que sempre tive foi 98 kg, ficava gordinha, mas como sou grande, era bem espalhado, como nesta foto do carnaval. Só que aí comecei a ver os tão temidos 3 dígitos na balança. Comecei a perder a vontade de fazer vídeos, postar no blog e tudo mais, depois entrei na fase que já contei de virar sócia, pós graduação, TCC, isso entre 2016 e 2017. E perdi realmente o controle, nem me pesava mais, só sentia pelas roupas.
Depois disso, meus queridos, de 2017 para 2018 foi água de morro abaixo, como diria minha mãe. Estava triste, me sentindo uma tiazona velha, me odiando. Bem, 10 imagens valem mais que mil palavras:

Até eu chegar aos 127 quilos, que foi quando eu optei pela bariátrica. Eu não precisava mais perder 20 kg, precisava perder 50. Este momento foi o tão falado fundo do poço e eu gosto de dizer sempre que quando eu cheguei ao fundo do poço, eu tentei voltar para a superfície sozinha, mas não tinha forças, não tinha vontade de me reerguer, nestas horas a gente precisa de uma cordinha, aquele primeiro puxão para entender que é possível sim… e a bariátrica foi essa minha cordinha. Todo o resto é mérito nosso, esforço nosso. Então, eu optei pela bariátrica e decidi fazer um ensaio fotográfico de antes da cirurgia, para dar adeus aquela Luana que não era eu, para ver como eu estava realmente, entender como as pessoas me viam e principalmente ter fotos para comparar, porque eu não saia em foto de jeito nenhum! Se eu tirasse foto, eu não postava, ou tentava cortar o braço gordo, fazer algo pra tentar parecer menor. Estas são as fotos do ensaio:

Este ensaio aconteceu no sábado antes da minha cirurgia, operei na terça, como não precisei fazer dieta líquida nem emagrecer para operar, eu realmente estava no meu maior peso.

Para finalizar o post sobre engordar por aqui, vou por uma foto de como estou atualmente. Na verdade esta é a foto mais recente que tenho mas já fazem umas 2 semanas, então já emagreci um pouco mais:

E você, me acompanha desde que fase? Lembra de alguma foto destas que eu postei?

Não esquece de me seguir no Instagram, Facebook e Youtube, estou sempre atualizando por lá também.

Um beijo e até a próxima!

Author: Luana Fernandes

Share This Post On
468 ad

3 Comments

  1. Lú te adoro. Acompanho sua trajetória e torço pelo seu sucesso. Sempre tive problema com meu peso, já emagreci 13kg com uma dieta maluca, engordei, já emagreci fazendo reeducação alimentar e exercícios, engordei novamente. Hoje estou em um processo de reeducação, estou em buscar do equilíbrio entre o corpo e a mente, estou confiante que vou chegar no meu objetivo.

  2. Oi Lu, te acompanho desde 2013 se não me engano. Sempre gostei dos seus posts e de como vc é verdadeira, humana.
    Consegui emagrecer me inspirando em vc, na Camys e é uma luta diária pra manter o peso. Torço muito por vc, fiquei muito feliz com sua decisão! Um beijão.

  3. Parabéns Luana
    Por chegar até aqui e por compartilhar sua história e trajetória
    Estou lutando contra o peso também.. tenho 1,75 e estou com 90 kg. Luto contra a compulsão alimentar (consequência de uma anorexia de anos atrás), hipotireoidismo e sindrome dos ovários policísticos, e o principal… a depressão. Obrigada pelo seu relato e que você fique mais linda e confiante a cada dia

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *